Estamos Concientes e determinados de que só a diversidade dos seres vivos, constitui a "essência da vida" e de nossa energia ou força coletiva. Nosso objetivos são mudança! E isso estamos fazendo, com nossos projetos, idéias, e objetivo planetário comum de atuar local e globalmente - desenvolver sem devastar -, reconhecendo a importância da união, solidariedade, verdade, trabalho.
O sonhado desenvolvimento sustentável!
MENU
MAIS LIDOS
EVENTOS
Diretoria do IBF Eco Global
Personalidades
Parque Tecnológico Agroindustrial do Oeste
I Fórum de Planejamento de Cascavel/PR
SOS PLANETA TERRA
Aquecimento global vai aumentar - mas quando ficará perigoso?
Postado em 02/02/2007
O levantamento, elaborado por 2.500 cientistas e que deve ser divulgado em Paris
no dia 2 de fevereiro, deve advertir sobre a ocorrência maior de ondas de calor,
enchentes, secas e sobre a elevação do nível do mar, devido à emissão de
gases-estufa, principalmente pela queima de combustíveis fósseis, afirmaram
fontes científicas.


Líderes do mundo inteiro, incluindo o então presidente dos Estados Unidos,
George Bush (o pai), assinaram na Convenção Climática da ONU, em 1992, no Rio
de Janeiro, com o objetivo de estabilizar as emissões desse tipo de gás em
níveis que evitassem "a interferência (humana) perigosa no sistema climático".


Mas o texto não definiu o que queria dizer com "perigosa". "O novo relatório
deve aumentar o debate" entre os cientistas e a mídia, disse Jan Corfee-Morlot,
que comanda os trabalhos sobre as alterações climáticas na OCDE (Organização
para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico).


"Para os políticos, a questão de o que é perigoso não faz parte formalmente da
agenda de negociação, mas está no contexto."


O Painel Intergovernamental da ONU sobre Alterações Climáticas (IPCC) deve
prever um aumento de 2 a 4,5 graus Celsius até 2100 em relação aos níveis da
era pré-industrial, disseram fontes da área.


É uma faixa menor que a do relatório anterior do IPCC, que era de 1,4 grau a 5,8
graus Celsius. Desde 1900, as temperaturas subiram 0,6 grau Celsius.


Também haverá boas notícias. O relatório vai revisar para baixo a previsão da
elevação do nível do mar. A previsão inicial para este século era de entre 9 cm
e 88 cm, e agora será de menos de meio metro.


A União Européia e muitos grupos ambientais querem que o mundo limite o aumento
das temperaturas em 2 graus Celsius acima dos níveis pré-industriais, alegando
que esse aumento já provocaria mudanças perigosas na natureza, como a
ocorrência de mais ondas de calor.


"O IPCC não tem como dizer o que é perigoso, porque isso é uma avaliação
política," disse Bert Metz, especialista em clima da Agência de Avaliação
Ambiental Holandesa. "Mas ele dá os ingredientes aos políticos para que eles
tirem conclusões ... como a UE já fez."


Para Corfee-Morlot, talvez seja mais fácil determinar metas de concentração de
dióxido de carbono ou de elevação da temperatura que definir marcos de perigo.


Os povos inuit, por exemplo, dizem que o degelo do Ártico já é "perigoso" para
sua cultura baseada na caça, mas a Rússia pode se beneficiar de um leve aumento
na temperatura na agricultura e na redução das mortes causadas pelo frio.


Há quem ache que o risco está sendo alvo de exagero. "Não acho que o IPCC vá
refletir o senso de catástrofe que se acumulou no debate sobre a alteração
climática", disse Bjorn Lomborg, especialista da Dinamarca.


Segundo o Protocolo de Kyoto, o plano da ONU para conter o aquecimento global,
35 países industriais concordaram em cortar as emissões até 2008-12,
limitando-as a 5% abaixo dos níveis de 1990.


O presidente George W. Bush retirou os EUA do protocolo, dizendo que ele
prejudicaria a economia norte-americana e que ele é injusto, por não incluir em
sua primeira fase as nações em desenvolvimento.


Por Alister Doyle, reportagem de Alister Doyle
ENQUETE
A Amazônia corre risco de extinção?
Sim
Não
Pouco
Nunca acabará
WEB RÁDIOS
ECO GALERIAS
Ponte Molhada - Cascavel
Cascavel - por Sergio Sanderson
ARQUIVO SOS
NASA earth observatory
ÁREA RESTRITA

Informe a senha para acesso

ENTRAR

 
1794702 visitas.

R.Amazonas, 477 A

Cascavel | São Cristóvão

gilnei@ibfecoglobal.org

<a href="http://www.pevermelho.art.br">Pé Vermelho Comunicação</a> PeVermelho.art.br Waldemar Lutinski Rafael Lutinski Luis Carlos de Brito desenvolvido por Pé Vermelho Comunicação